Conheça o PIX, o novo sistema de pagamentos instantâneos

Conheça o PIX, o novo sistema de pagamentos instantâneos

Em fevereiro deste ano (2020), o Banco Central anunciou o PIX, um sistema de transferências e pagamentos instantâneos que entrará em vigor em novembro de 2020. TED, DOC, boleto, cheque ficaram obsoletos diante uma proposta audaciosa.

PIX promete avanços significativos possibilitando mudar toda a dinâmica do mercado financeiro no Brasil , pois a sistematização dos bancos brasileiro é um dos mais avançados do mundo, e mesmo assim, estamos limitados a métodos de transferências e pagamentos que já estão um pouco ultrapassados. Mas afinal, o que é PIX e como será sua funcionalidade?

 

O que é PIX?

Guto-perfil.png

O PIX consiste num sistema de transferências de dinheiro e pagamentos instantâneos, permitindo transações 24 horas por dia, incluindo fins de semana e feriados. Levando em consideração que não é mais uma modalidade de serviço, e sim um salto no mercado financeiro no Brasil.

Possuímos tecnologia que permite transferir dinheiro em questão de segundos a partir do celular, não faz sentido uma transação ser concluída após horas ou dias.

Com o PIX, pagar boletos bancários através de apps no smartphone, o pagamento poderá ser reconhecido na hora, talvez até de modo mais rápido do que tivesse sido feito por cartão de crédito.

 

Pagamentos por QR Code

Essa modalidade está em alta no mundo todo. No Brasil, empresas como Mercado Pago e PicPay já trabalham com ela. Agora Banco Central quer abraçar essa tendência que vem ganhando espaço.

O PIX vai suportar QR Code de dois tipos:

  • QR Code dinâmico: O código é exclusivo para cada transação e, além do valor, pode incluir outras informações, como a identificação do recebedor para coibir desvios de dinheiro;
  • QR Code estático: Nesse modo, um único código valerá para múltiplas transações e poderá trabalhar com valor fixo ou definido pelo pagador. Trata-se de um código que pode ser usado por um lojista ou prestador de serviços, por exemplo.

 

Vantagens do PIX

 

Conveniência: As operações poderão ser realizadas 24 horas por dia, inclusive em fins de semana e feriados;

Agilidade: O valor enviado chegará ao recebedor praticamente em tempo real (a operação levará cerca de 10 segundos para ser concluída);

Segurança: as transações serão baseadas na Rede do Sistema Financeiro Nacional (RSFN) e terão como base tecnologias de proteção atuais;

Diversidade: O PIX permitirá transferências de qualquer valor entre pessoas e/ou empresas, pagamentos em estabelecimentos físicos ou virtuais.

É inegável que o PIX revolucionará o mercado financeiro como conhecemos, inovando com os pagamentos instantâneos agilizando o processo de envio e compra de mercadoria de uma maneira mais dinâmica.

As empresas com expediente durante os fins de semanas terão mais facilidade na negociação com cliente ou fornecedor, não vai precisar esperar o próximo dia útil para receber o valor combinado. Simplificando a rotina e gestão financeira e a otimização do fluxo de caixa das empresas, ou seja, na prática o PIX permitirá que vendas e negócios ocorram por meio de uma transação à vista.

 

A data prevista para a estreia do sistema de pagamentos instantâneos será partir de 16 de novembro de 2020.

Como a data ainda está longe, alguns detalhes ainda não são conhecidos, como as tarifas envolvidas. Mas de acordo com Leandro Vilain, diretor de negócios e operações da Febraban, “provedores de serviços de pagamento estão trabalhando com o Banco Central para que as transações tenham o menor custo possível para o consumidor”.

Saiba como podemos ajudar você e sua empresa!

Entre em contato conosco e descubra.